This site uses cookies to provide a better experience. Continuing navigation accept the use of cookies by us OK

COMEMORAÇÃO DO 66º ANIVERSÁRIO DA TRAGÉDIA DE MARCINELLE - MENSAGEM DO MINISTRO DAS RELAÇÕES EXTERIORES E DA COOPERAÇÃO INTERNACIONAL

Date:

08/08/2022


COMEMORAÇÃO DO 66º ANIVERSÁRIO DA TRAGÉDIA DE MARCINELLE - MENSAGEM DO MINISTRO DAS RELAÇÕES EXTERIORES E DA COOPERAÇÃO INTERNACIONAL

Prezadas Italianas e Italianos no exterior,

Junto-me com emoção na comemoração da tragédia em que, há 66 anos, perderam suas vidas 262 trabalhadores, 136 italianos.

Nesta ocasião, desejo renovar a profunda proximidade das Instituições às famílias dos cidadãos que caíram em Marcinelle e prestar homenagem a todos os italianos que, honrando nosso país no exterior, caíram tragicamente no trabalho. Em sua memória, celebramos todos os anos o "Dia nacional do sacrifício do trabalho italiano no mundo", proclamado na data simbólica de 8 de agosto em homenagem às vítimas de Marcinelle.

A tragédia do Bois du Cazier e os outros episódios trágicos que marcaram a história da emigração italiana nos lembra que a dignidade do indivíduo não pode prescindir da proteção de direitos, dignidade e segurança no trabalho. É principalmente responsabilidade das Instituições tornar eficaz aquele direito ao trabalho e à participação na organização econômica, social e política do país consagrados em nossa Constituição.

Esses valores e responsabilidades também estão na base do projeto de integração européia, que foi relançado precisamente há trinta anos com a assinatura do Tratado de Maastricht. Inspirados também pela coragem e experiências de muitos emigrantes que deram provas de unidade e fraternidade existente entre os povos europeus, em 7 de fevereiro de 1992, doze estados, incluindo a Itália, colocaram mais um tijolo na construção de nossa casa européia.

Hoje, trinta anos após esse grande passo, novos desafios nos convidam a continuar o processo de integração européia com ainda mais vigor no processo de integração européia. As repercussões da crise ucraniana, a recuperação pós-pandêmica, a mudança climática, o fenômeno migratório nos impulsionam não apenas a fortalecer o espírito de solidariedade e a comunhão de propósitos entre os Estados-Membros, mas também para renovar nosso compromisso de um modelo de convivência e crescimento baseado, antes de tudo, no respeito ao indivíduo, sua dignidade e seus direitos.

É neste espírito que a Itália participou ativamente dos trabalhos da Conferência sobre o futuro da Europa, uma valiosa oportunidade de diálogo entre as Instituições e os cidadãos, a partir da qual surgiu a necessidade de dar um novo impulso às políticas sociais e de emprego da União Européia, com vistas a um crescimento e desenvolvimento cada vez mais sustentável.

Os desafios e oportunidades da dupla transição ecológica e digital destacam a importância da dimensão social e humana do trabalho como uma fonte de realização e crescimento para o indivíduo e para a sociedade como um todo. A Itália, juntamente com toda a União Européia, está empenhada em fornecer respostas compartilhadas e concretas, graças à "NextGenerationEU" e ao Plano Nacional de Recuperação e Resiliência.

Caros concidadãos,

Nesta ocasião, também estendo meus pensamentos a todos os italianos que com sacrifício tiveram que deixar a Itália, a seus descendentes e aos muitos profissionais, estudantes, empresários e pesquisadores representantes da "nova mobilidade", que embora distantes de nosso país contribuem para o crescimento da Itália. Vocês, italianos de todo o mundo, contribuem diariamente para difundir a melhor imagem de nosso país e são um componente vital do mesmo.

A vocês dirijo os meus sinceros agradecimentos.

Luigi Di Maio, Ministro das Relações Exteriores e da Cooperação Internacional


1420