This site uses cookies to provide a better experience. Continuing navigation accept the use of cookies by us OK

VI Semana da Cozinha Italiana no mundo | 22 - 28 novembro 2021

Date:

11/19/2021


VI Semana da Cozinha Italiana no mundo | 22 - 28 novembro 2021

Entre os dias 22 e 28 de novembro, Belo Horizonte recebe a sexta edição da “Semana da Gastronomia Italiana”. O evento, organizado pelo Ministério das Relações Exteriores da Itália e pela rede diplomática italiana do mundo todo, promove várias iniciativas voltadas à valorização da eno-gastronomia italiana, tradicional e contemporânea.

Aproveite os autênticos sabores italianos, tire fotos, poste nas redes sociais e não se esqueça de marcar o Consulado da Itália em Belo Horizonte (@ItalyinBH) e a Camara de Comercio Italiana de Minas Gerais (@CamaraItaliana), usando os hashtags abaixo:

#ItalianTaste2021 #VivereALLitaliana

  • Jantar em três tempos do chef Massimo Battaglini

O chef Massimo Battaglini preparou para a VI Semana da Cozinha Italiana um jantar em três tempos: para entrada uma Gema de ovo vermelho com fondue de Grana Padano e molho de trufa negra, Paccheri al pomodoro com azeitonas pretas e manjericão como prato principal e como sobremesa a Crema ao Mascarpone com Savoiardi e frutas vermelhas. A lista de produtos para compor as receitas é disponível para ser adquirida no supermercado Supernosso e a as dicas para a preparação dos pratos são gravadas num vídeo divulgado durante a Semana no Youtube do Consulado. Apos preparar o jantar, todos são convidados a postar as fotos dos pratos nas redes sociais usando as marcas @ItalyinBH @Supernosso @CamaraItaliana.

Assiste ao vídeo do preparo do jantar no canal Youtube do Consulado da Italia em Belo Horizonte: https://www.youtube.com/c/ConsolatodItaliainBeloHorizonte

A caixa completa com os ingredientes do jantar preparado pelo Chef Battaglini será entregue também a 150 entre representantes das instituições, chefs, apaixonados de gastronomia, formadores de opinião e jornalistas.

 

O Consulado da Itália em Belo Horizonte e a Camara de Comercio Italiana de Minas Gerais prepararam três vídeos ricos de informações sobre alguns dos protagonistas da gastronomia italiana. São eles o Pomodoro (o tomate), as Farine (as farinhas) e o Gelato (o sorvete).

  • Pomodoro – Episódio 1

Desde novembro de 2010, a Dieta Mediterrânea é reconhecida pela UNESCO como Patrimônio Imaterial da Humanidade: um estilo de vida típico dos países mediterrâneos, rico em alimentos saudáveis como frutas e legumes, como beringelas, figos, tomates, e em particular cereais integrais que garantem elevada ingestão de vitaminas, mantêm sob controle o colesterol e a glicemia e ajudam a prevenir doenças cardiovasculares. “Deixe a comida ser seu remédio” dizia Hipócrates, um antigo médico grego, que relacionou a dieta e o exercício com a saúde. Hoje em dia sabemos quanto isso é verdade e sabemos como a comida que escolhemos comer pode ter um efeito positivo em nossa saúde, bem como em nosso planeta.

Ingrediente central da Dieta Mediterrânea é o Pomodoro em português o tomate, importado para a Europa após o Descobrimento da América em 1492. Na época acreditava-se que essa planta tinha propriedades afrodisíacas e por isso na França era chamada de Pomme d'amour, na Inglaterra Loveapple e na Itália, por sua aparência e cor deslumbrante era chamada de maçã (“pomo”) do amor.

Quanto às características nutricionais, o tomate é rico em elementos que lhe conferem múltiplas propriedades benéficas: possui teor de água superior a 90%, pouquíssima gordura, é uma boa fonte de vitaminas e de potássio, fósforo, cálcio, zinco e selênio e é rico em licopeno, que combate o envelhecimento, doenças cardiovasculares e até mesmo alguns tipos de câncer.

Para se inspirar nas receitas feitas com tomate fresco ou processado assiste ao vídeo dedicado a esse alimento tão querido nas mesas do mundo inteiro com a participação do Andrea Carpentieri, socio da importadora Coppola Foods e dono do único restaurante certificado com o selo Ospitalitá Italiana italiano em Montes Claros: https://www.youtube.com/c/ConsolatodItaliainBeloHorizonte

 

  • Gelato – Episódio 2

O Gelato é uma mistura líquida que se torna macia e cremosa durante o processo de agitação e simultâneo resfriamento. Deve ser um produto feito com ingredientes de altíssima qualidade que, por sua vez, devem ser alvo constante de pesquisa do gelatiere.

Os sorvetes italianos, ou gelatos, levam menos ar em sua composição. Além disso, eles não levam conservantes, aromatizantes e, nem mesmo, corantes em sua composição. Os ingredientes são frescos e, quando é sabor de fruta, são utilizadas as frutas da estação. Sua composição também tem índices em torno de 50% a menos de gordura, em comparação ao sorvete industrializado, além de apresentar menos açúcar.

Para o episódio dedicado ao gelato o protagonista é o florentino Luca Lenzi, mestre gelatiere da sorveteria Mi Garba. Com 90% dos produtos e equipamentos importados diretamente da Itália, no Mi Garba a experiência de quem prova o gelato se aproxima daquela de quem se delicia pelas gelaterias nas praças de Roma e Florença. Assiste ao vídeo no canal de Youtube do Consulado da Italia em Belo Horizonte: https://www.youtube.com/c/ConsolatodItaliainBeloHorizonte

 

  • Farine – Episódio 3

O que faz uma pizza ser melhor que outra? Além do sabor do recheio, o que realmente faz a diferença é a consistência e leveza da massa. E o que faz a massa ser boa é a qualidade da farinha utilizada. A massa de pizza, e a massa de pães em geral, pode ser pensada como se fosse uma espuma cheias de bolhas que não devem estourar facilmente durante o manuseio e durante o período no forno. Quanto mais bolhas a massa tiver menor será a quantidade de massa necessária, o que deixará a pizza mais leve. Para conseguir esse efeito é preciso escolher as farinhas que tenham boa quantidade de proteínas e que essas proteínas se transformem em glúten quando a massa for manuseada, para ela ficar bem fofinha.

As farinhas italianas 00 são as mais refinadas: parecem um talco de tão finas. A vantagem das farinhas 00 é que, por ser tão finas, necessitam de menos água para hidratar e possuem uma quantidade de proteínas perfeitas para que a massa fique no ponto. Seus segredos estão no mix de grãos e na qualidade do trigo utilizado.

A Piadina, feita com ingredientes simples como farinha de trigo, banha ou azeite, fermento ou bicarbonato, agua e sal é a clássica comida de rua que pode ser consumida na Itália: recheada com queijos como squacquerone, ou também com as mais tradicionais mozzarella de búfala ou burrata. Ainda na panela depois de colocar o queijo, pode-se adicionar embutidos como Presunto de Parma, Speck ou Bresaola. Antes de comê-la umas fatias de tomate, uma rúcula ou outras folhas vão deixá-la deliciosa.

Para descobrir as muitas possibilidades que uma farinha de qualidade pode render, assiste ao vídeo com a participação do Dario Panzeri, dono do restaurante de Belo Horizonte Delizie di Dario no Youtube do Consulado da Itália em Belo Horizonte: https://www.youtube.com/c/ConsolatodItaliainBeloHorizonte

Tomate, gelato e piadina são as belas surpresas de um kit especial que o Consulado da Itália em Belo Horizonte e a Camara de Comercio Italiana de Minas Gerais estão oferecendo a 150 entre chefs, apaixonados de gastronomia, formadores de opinião e jornalistas convidando-os ao desafio da Piadina: criar uma versão doce e outra salgada da piadina usando a criatividade e outros ingredientes fornecidos no kit como a pancetta do chef Leonardo Fontanelli do restaurante pizzaria La Vera e a Nutella, da marca italiana Ferrero. Apos criar sua própria receita de piadina, todos são convidados a postar as fotos nas redes sociais usando as marcas @ItalyinBH @CamaraItaliana.

 

  • Aperitivo italiano e Degustação de vinhos do Piemonte e Emilia Romagna

O Consulado e a Camara organizam um aperitivo e uma degustação de vinhos italianos das regiões do Piemonte e da Emilia Romagna para celebrar a riqueza da enogastronomia italiana.

O aperitivo na Itália começa no finalzinho da tarde: é um momento de descontração, conversa em pé, em frente ao balcão do bar ou na área externa, beliscando algo de comer. Drinks com personalidade, uns tira-gostinhos para abrir o apetite, musica descontraída e papos rolando… mais italiano que isso, só na Italia!

Os vinhos protagonistas da degustação são das vinícolas Clavesana, fundada nas Langhe em 1959 e Campodelsole em Bertinoro na Romagna e a degustação será guiada pelo Presidente da Associação Brasileira de Sommelier de Minas Gerais, o sommelier Renato Costa, e pela jornalista eno-gastronomica italiana Nella Cerino.

 

  • Degustação de vinhos italianos “Das montanhas aos vulcões”

No dia 29 de novembro ás 19h30, na própria sede, a Associação Brasileira de Sommelier de Minas Gerais, com o apoio do Consulado da Italia, organiza uma degustação de vinhos das regiões do Piemonte e da Campania: são 8 rotulos, entre eles Falanghina, Arneis, Greco di Tufo, Barbera d´Alba e Langhe Nebbiolo. O evento é aberto ao publico, a pagamento e com vagas limitadas. Para participar ou maiores informações é preciso entrar em contato no (31) 984134588 ou eventos@abs-minas.com.br

 

  • Encontro online sobre “O movimento Slow food: um fenómeno eco-gastronomico em evolução”

Promovido pelo Centro de Línguas da Fundação Torino, no dia 24/11 ás 18h00 a jornalista eno-gastronomica Nella Cerino terá um encontro online para falar do movimento Slow Food e sua evolução. O encontro acontecerá em italiano na plataforma Zoom. A inscrição é gratuita e pode ser realizada no site: https://forms.gle/7LqSdCeQufuhknrn6

 

  • Menú promocionais nos restaurantes italianos participantes

Será ofertado um menu especial na semana do dia 22 ao dia 28 de novembro. Os restaurantes que participam da promoção são: Est Est Est, Bottega Coppola, O Italiano, Villa Celimontana e La Vera.

As pessoas que tirarem uma foto do prato, do menu especial comemorativo da Semana da Cozinha Italiana no Mundo, e postar no feed do seu Instagram, seguindo e marcando os perfis: @Camaraitaliana e @italyinbh e usando a #cozinhaitalianamg, vou concorrer a uma cesta incrível, recheada de vinhos e produtos agroalimentares italianos legítimos. O resultado do sorteio será divulgado no dia 10/12, no perfil @CamaraItaliana.

 

  • Os pratos pobres que conquistaram o mundo

“A necessidade faz a virtude”, é verdade, sobretudo na cozinha: são muitas as receitas que, embora sejam agora verdadeiros marcos da tradição gastronómica italiana, na realidade têm as suas raízes em histórias nada elitistas.

A maior parte são receitas criadas para reciclar, valorizar, aproveitar ao máximo os ingredientes disponíveis, pratos nascidos de necessidades virtuosas e extremamente simples: do desejo de valorizar um determinado tipo de ingrediente, da necessidade de fazer face às adversidades económicas do passado, ou ainda, para reciclar as sobras da semana. É justamente a partir dessas situações que a pobre culinária passa a elaborar receitas intrigantes com combinações excepcionais.

São os alunos de Italiano da Faculdade de Letras da UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais que nos acompanham nessa curta jornada, onde serão desveladas as receitas de quatro pratos tradicionais: canederli, stroncatura, spaghetti alla carrettiera e spaghetti “alle vongole fujute”. O vídeo da experiência gastronómica dos alunos guiados pela leitora de italiano da UFMG é disponível no canal Youtube do Consulado da Itália em Belo Horizonte no link: https://youtu.be/LSql_RAaj_Q

 


1378