This site uses cookies to provide a better experience. Continuing navigation accept the use of cookies by us OK

PALESTRA SOBRE ENGENHOSIDADE POR TRÁS DE CRIAÇÕES E INVENTOS DE LEONARDO DA VINCI Centrado nas obras de engenharia do gênio italiano, a apresentação será realizada pelo professor Lapo Gori, em mais uma edição do Quartas Italianas

Date:

06/20/2019


PALESTRA SOBRE ENGENHOSIDADE POR TRÁS DE CRIAÇÕES E INVENTOS DE LEONARDO DA VINCI Centrado nas obras de engenharia do gênio italiano, a apresentação será realizada pelo professor Lapo Gori, em mais uma edição do Quartas Italianas

Os projetos e ideias de Leonardo da Vinci são tema de mais uma edição do Quartas Italianas na Casa Fiat de Cultura, que, neste semestre, celebra os 500 anos de morte do artista, pensador e inventor. Em “Leonardo da Vinci: a engenhosidade de suas criações”, o italiano Lapo Gori, pesquisador da UFMG, destacará as invenções de Da Vinci que solucionaram questões que inquietavam pesquisadores da época e ainda se revelam atuais. A palestra, com tradução simultânea, será no dia 26 de junho de 2019, das 19h30 às 21h, na Casa Fiat de Cultura. A entrada é gratuita, com espaço sujeito a lotação (200 lugares). Os ingressos devem ser retirados no Sympla ou na bilheteria da Casa Fiat de Cultura até meia hora antes do início do evento.

No bate-papo, Lapo Gori falará sobre os trabalhos de engenharia civil de Leonardo Da Vinci, que, embora não sejam tão conhecidos quanto suas pinturas, são muito importantes como criações inventivas. Os projetos, desenvolvidos em diferentes áreas do conhecimento, ajudaram a solucionar questões das áreas civil, militar ehidráulica. Entre os muitos exemplos que serão citados durante a apresentação, vão estar as obras hidráulicas desenvolvidas em Milão, que serviram de base para resolver problemas na construção dos Canais de Navigli, como os desníveis entre os canais, e que aperfeiçoaram o sistema de comportas. Da Vinci, que também demonstrou grande fascínio por cartografia, fez muitas observações sobre o movimento das águas e do mundo como um todo, desenhando esboços de projetos que só puderam ser concretizados nos séculos seguintes, como helicóptero, traje de mergulho e submarinos, dentre outros.

Para Lapo Gori, o principal legado do mestre italiano é a abordagem dos problemas da engenharia baseada não apenas na proposta de uma solução, mas também na definição detalhada dos passos necessários para alcançá-la. "Muitos de seus projetos estavam bastante ligados a questões de segurança e prevenção de acidentes - tema muito atual na moderna engenharia. E a grande inovação em cada um deles era a representação detalhada em seus vários níveis, como se pode ver nos desenhos de máquinas e estruturas, pelas quais projetava o funcionamento de cada parte", destaca.

Em 2019, completam-se 500 anos da morte de Leonardo da Vinci, mestre do Renascimento e um dos maiores pintores de todos os tempos. Para relembrar a importância e a contribuição do artista para a ciência, a cultura e a arte, a Casa Fiat de Cultura promove uma série de palestras dentro do programa Quartas Italianas. Neste primeiro semestre, os temas abrangem pintura, arquitetura, projetos e ideias desse italiano que revolucionou o mundo.

O projeto Quartas Italianas é uma realização da Casa Fiat de Cultura, da Fundação Torino, do Consulado da Itália em Belo Horizonte e do Ministério da Cidadania, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com o patrocínio de Fiat Chrysler Automóveis (FCA), Fiat Chrysler Finanças e Banco Safra. A palestra conta com apoio institucional do Circuito Liberdade, do Instituto Italiano de Cultura do Rio de Janeiro, do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico (Iepha), do Governo de Minas e do Governo Federal.

Sobre o palestrante, Lapo Gori

Nascido em Firenze, em 1987, possui graduação e mestrado em Engenharia Civil pela Università degli Studi di Firenze (UNIFI), e doutorado em Engenharia de Estruturas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente, é residente de pós-doutorado no Departamento de Engenharia de Estruturas da UFMG, onde atua, principalmente, nas áreas de pesquisa de métodos computacionais, mecânica do contínuo e modelagem de materiais parcialmente frágeis. Desde 2016, atua como professor no curso de graduação em Engenharia Civil da UFMG, na área de análise estrutural.

email mkt


1103