Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK

Cantatas Napolitanas em Juiz de Fora (31/07) e Belo Horizonte (07/08)

Data:

17/07/2019


Cantatas Napolitanas em Juiz de Fora (31/07) e Belo Horizonte (07/08)

O Consulado da Itália em Minas Gerais, a Casa d’Italia de Juiz de Fora, o Museu Mineiro e o grupo Musica Figurata apresentam o concerto "Cantatas Napolitanas do século XVIII" em duas datas:

31 de julho, em Juiz de Fora, e 7 de agosto, em Belo Horizonte.

No dia 31 de julho, quarta-feira, às 20h, na Casa d'Italia em Juiz de Fora (Av. Rio Branco 2585). Entrada gratuita. Os ingressos deverão ser retirados no Departamento de Cultura da Casa d'Italia a partir do dia 15 de julho.

1

No dia 7 de agosto, quarta-feira, às 20h, no Museu Mineiro em Belo Horizonte (Sala das Sessões, Av. João Pinheiro 342, Lourdes). Entrada gratuita. Espaço sujeito a lotação (70 lugares).

2

Serão tocadas pela primeira vez no Brasil cantatas em língua napolitana de Cesare Rubino. Serão apresentadas também uma cantata de Alessandro Scarlatti e obras para alaúde de Giovanni Zamboni, assim como sonatas de Domenico Scarlatti.

Napoli foi uma das cidades mais importantes para a música e para a cultura europeia nos séculos XVII e XVIII, sobretudo no tocante à música vocal. Todos os grandes compositores tinham que ser reconhecidos na cidade Partenopea para alcançarem fama mundial. A excelência e ligação profunda dessa cidade com a música pode ser comprovada pelos seus quatro conservatórios que produziram grandes gênios como Porpora, Farinelli, Pergolesi, Piccini, para citar apenas alguns nomes. A. Scarlatti foi um dos maiores compositores de cantatas (mais de 700) e 114 óperas. Sua fama chegou às mais importantes cidades do mundo.

Esse concerto coloca em evidência o grupo Musica Figurata que se dedica à música italiana e suas relações com a Europa e o Brasil, mas principalmente o aluadista romano Diego Leveric. Leveric é um dos maiores alaudistas de sua geração, realizando concertos regularmente no Japão, na França, na Holanda, na Alemanha, na Síria, no Líbano e no Brasil.

Programa "Cantate Napoletane del 700"

Toccata VI - G.G. Kapsberger (Venezia ?? - Roma 1651)

Cantata Oh Cielo oh Ammore - G.C. Rubino (XVII - XVIII)

Sonata in La - G. Zamboni (?1665-?1724)

Cantata lena mo si ca propeto - G.C. Rubino

Ceccona - G. Zamboni

Sonata K 141 - D. Scarlatti (Napoli 1685 - Madrid 1757)

Suite BWV 995 - J.S. Bach (Eisenach 1685 - Leipzig 1750)

Cantata Dalla nativa sfera - A. Scarlatti (Palermo 1660 - Napoli 1725)

Musica Figurata:
Luane Voigan - Soprano
Lucas Bracher - Violoncelo Barroco
Robson Bessa - Cravo e direção musical
Músico convidado: Diego Leveric (Itália)

 


1107